quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Projeto Praia Para Todos começa em dezembro

13 comments

Realizado pela ONG Novo Ser, o Projeto Praia Para Todos busca a inclusão de deficientes físicos através da prática esportiva nas praias cariocas. As atividades irão acontecer todos os domingos de dezembro a abril, das 9 às 14h, em uma praia diferente do Rio de Janeiro por mês.

Os organizadores montam uma esteira nas praias que permite ao cadeirante chegar à areia, onde diversas atividades acontecem, como vôlei sentado, que é uma modalidade para-olímpica, frescobol adaptado, futebol, dominó e baralho. A grande novidade desse verão é a inclusão do surf adaptado, onde profissionais capacitados colocarão os deficientes em uma prancha diferenciada, produzida especialmente para o evento, cedida pelo surfista Rico de Souza.
O projeto passa um mês em cada praia, buscando reunir o maior número possível de informações sobre o local, visando torná-lo, até o início das Olimpíadas de 2016, adaptado para os deficientes.
Além das atividades esportivas, haverá duas tendas com piscinas infláveis para os filhos dos deficientes e uma área de manobra e transferência da cadeira de rodas para a anfíbia, que permite a entrada deles no mar, acompanhados de fisioterapeutas e de profissionais de educação física. Vagas no estacionamento serão reservadas e o posto mais próximo ao evento será totalmente adaptado.
“Nós buscamos a inclusão da pessoa com deficiência através da prática esportiva e social, bem como atingir a sua independência. Queremos a desmistificação de que o deficiente não pode fazer nada, quando na verdade ele é capaz de superar limites que, para as pessoas ditas normais, são insuperáveis. O Projeto já bombou no último verão e agora estamos agregando as práticas esportivas e com o apoio do Rico buscamos uma experiência mais profunda vinda de um profissional gabaritado e conhecido mundialmente”, concluiu Fabinho, coordenador do projeto.
O Projeto Onda Para Todos é uma realização da ONG Espaço Novo Ser, tem patrocínio da Michelin, apoio de Rico de Souza, Prefeitura do Rio de Janeiro e Secretarias de Obras e Esportes.
Mais informações:
21-8684-3287 – Falar com Fabinho
ONG Novo Ser – 21-3904-2614

Fonte: Agência Inclusive

DEFICIENTE ALERTA foi criado para orientar,educar,protestar e ajudar todos com deficiência. www.deficientealerta.blogspot.com

13 comentários:

  1. Quero antes de tudo parabenizar pelo projeto, são iniciativas assim que podem mudar a vida diaria de tantas pessoas e trazer novas espectativas.

    Gostaria de saber se existe este projeto em Santos,me coloco a diposição para seguir com vcs nesta batalha, sou psicologa, pedagoga e especialista em neuropsicologia, posso contribuir muito.
    mais uma vez parabens e podem contar comigo.
    Andrea Barucci

    ResponderExcluir
  2. esse projeto é muito bom e gostaria de trazer esse projeto pra fotaleza.sera que tem alguma possibilidade meu email:jeniffer_ana@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Lorita Kaiser de Paula18 de fevereiro de 2010 22:44

    Um projeto maravilhoso, parabens. Meu esposo é deficiente e nunca entrou em uma praia, gostaria de saber se tem como adquirir esta cadeira. Moramos em Rondonia mas todos os anos viajamos para Santa Catarina , pois nossos parentes sao de lá

    ResponderExcluir
  4. ola amigos , meu nome é Jose Nicodemos, ou Nico como todos me chamam, sou de Aracruz, Esp. Santo, terra de lindas praias, sou cadeirante, tenho 40 anos, mas infelizmente, só vou a praia para tomar umas geladase bater papo com os amigos, sem esquecer a mulherada é claro, so fico constrangido para dar um mergulho, póis nesta hora tenho q pedir para q alguem me leve e traga, seria um paraiso poder contar com estas esteiras por aqui, fica o pedido, desde ja, valeu pela força
    abraço a todos

    ResponderExcluir
  5. nao vejo a hora de chegar o mes de março, sou do Esp. Santo, mas nao vou perder a oportunidade de visitar o Rio para provar essa maravilha de acesso a praia para cadeirante. Nos vemos em março.

    Nico - Aracruz - Esp. Santo

    ResponderExcluir
  6. Olááá,
    algumas coisas só vemos mesmo quando divulgado na mídia. Como sou de SC, só hoje fui ver na novela o projeto. Confesso que me deu vontade de chorar, é MUITO lindo e eficiente, beneficiando a todos os cadeirantes. Uma grande iniciativa do RJ. Parabéns a todos!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite amigos conquistados esta noite através de um projeto!!! Sou acadêmica de Enfermagem, estou muito feliz com a iniciativa, já estou seguindo todas as novidades aqui mostradas... cuidar, agora ir à praia também faz parte do cuidar!!! Lindo!!! Parabéns ao ser humano, que, graças a Deus, ainda nos surpreende... vou seguindo vocês aqui do Sul... Pelotas-RS... Abraços à todos os lutadores!!!
    Daniela de Farias

    ResponderExcluir
  8. é atitudes como essas que o mundo precisa sou voluntaria em uma ong para pessoas especias é estou amando esse projeto gostaria de saber se aqui em Recife ja tem esse projeto uma abraço

    ResponderExcluir
  9. oi sou academica de serviço social, gostaria de parabenizar a vcs por esse projeto, onde está promovendo a aacessibilidade e ao mesmo tempo a inclusão social de pessoas com deficiencias fisicas, estimulando assim o prazer de se interagir com outras pessoas,para estarem praticando algum tipo de esporte além da comunicação...

    ResponderExcluir
  10. Ola...
    Moro em Florianópolis e sou aluna de fisioterapia da Faculdade Estacio de Sá daqui...acabei de ver no Video Show este projeto que também passou na novela e fiquei encantada...Gostaria de saber se esse projeto pode ser copiado para as praias de Florianopolis? Um grande abraço e parabéns por essa iniciativa maravilhosa.

    ResponderExcluir
  11. A 7 anos não sei oq é ver o mar,apesar de ser louco pela prai, nunca mais fui ,e são projetos como esse que nos restaura q nos fortalece,pessoas humanas a procura de um beneficio maior,eu espero que nossos governantes olhem com um pouco mais de carinho,nossas necesidades,q tenha ónibus adaptados para q possamos realmente frequentar este projeto!obrigado: carlos henrique

    ResponderExcluir
  12. Nossa fiquei emocionada com esse projeto, meu irmão sofreu uma acidente de carro a 5 anos e está em uma cadeira de rodas. Queria muito saber se esse projeto não vai acontecer em outras cidades e estados como Salvador - Bahia.
    Assistindo a novela das oito pude imaginar como seria bom não só para meu irmão como para todos os cadeirantes que necessitem de momentos de prazer e alegria.
    Parabéns pelo projeto que não parem por ai...

    ResponderExcluir
  13. Linda e emocionante esta iniciativa. Parabéns pelo maravilhoso Projeto.
    Assim como Ana gostaria de trazer este projeto para Alagoas.Será que tem alguma possibilidae meu e-mail:elivania-bezerra@bol.com.br

    ResponderExcluir