domingo, 15 de agosto de 2010

Mundial Paraolímpico de Natação

1 comment

Brasil mergulha em busca do ouro na Holanda
Grandes nomes e jovens destaques da natação paraolímpica brasileira começam a disputar neste domingo o Mundial em Einndhove

Com grandes nomes e talentos da nova geração, o Brasil começa a disputar neste domingo o Mundial Paraolímpico de Natação, no complexo Pieter van der Hoogenband, em Eindhoven, Holanda. A competição mais importante do ano já garante algumas vagas nas Paraolimpíadas de Londres, em 2012, e esse é o maior objetivo da seleção nacional. A meta é repetir o quinto lugar geral de Durban-2006, quando os brasileiros conquistaram 26 medalhas (12 de ouro, sete de prata e sete de bronze).
“Não será uma tarefa fácil, pois teremos de superar equipes maiores do que a nossa, que estarão competindo na Europa, como a Espanha”, explica Gustavo Abrantes, um dos técnicos do Brasil.
Para conseguir chegar ao objetivo, o Comitê Paraolímpico Brasileiro investiu na preparação. Além de dois períodos de concentração e treinamento no primeiro semestre, os nadadores brasileiros foram os primeiros a chegar a Eindhoven, para fazer a adaptação. A delegação desembarcou na Holanda dia 5 de agosto, dez dias antes da estreia.
“Além de toda a parte física, de adaptação ao fuso horário, tem o aspecto psicológico que é muito importante. O pessoal já conhece bem o local da competição, está mais à vontade, mais tranqüilo”, avaliou o também treinador Rui Meslin neste sábado (14 de agosto), após o último treino do grupo.
Nessa preparação para o Mundial, dois nadadores tiveram atenção especial: André Brasil e Daniel Dias. Integrantes do Projeto Ouro do CPB, que visa dar toda a estrutura de treinamento necessária para o melhor desempenho de atletas com reais chances de vitória em Londres-2012. André e Daniel passaram, separadamente, por três semanas de treinamento na altitude de Sierra Nevada, na Espanha, o que pode ajudar muito na maratona de provas que enfrentarão em Eindhoven. André nadará seis provas individuais, além de dois revezamentos. Daniel, por sua vez, buscará o ouro em sete provas e dois revezamentos.
“O treinamento na altitude será fundamental para uma melhor recuperação física entre uma prova e outra”, diz André, garantido que o que precisava ser feito foi feito e que agora só resta entrara na água e buscar a vitória.
Daniel destacou ainda um componente importante dos treinos em Sierra Nevada, onde teve a companhia apenas de seu treinador.
“Além da parte física que foi muito importante, o lado emocional também foi testado. Foi duro, viu, mas acho que agora vamos ver os resultados. Neste último treino já me senti muito bem”, disse Daniel, que neste domingo nada os 50m livre.
O Brasil trouxe para Eindhoven uma delegação de 24 atletas, mesclando experiência e juventude. O Mundial marca a volta de Clodoaldo Silva às competições internacionais e promove, por exemplo, a estreia do novato Tallison Glock, de apena 15 anos.
“Estou muito feliz por poder estar numa competição deste nível e espero melhorar minhas marcas para poder sonhar disputar uma Paraolimpíada como o Daniel, o André e o Clodoaldo”, disse Tallison.
Nove mulheres representam o Brasil no feminino, com destaque para Verônica Almeida e Edênia Garcia. Quem pode surpreender também é Joana Neves, que foi reclassificada de S9 para S5 e ficou com grandes chances de subir ao pódio. Joana e Edênia já competem neste domingo.
A competição começa às 9h (4h de Brasília) com as eliminatórias e as finais sendo disputadas a partir das 17h (12h).

Os brasileiros que competem no primeiro dia e suas respectivas provas:
Adriano Lima - 400m livre S6
André Brasil - 100m borboleta S10
Claudia Silva - 50m livre S4
Clodoaldo Silva - 50m livre S5
Daniel Dias - 50m livre S5
Edênia Garcia - 50m livre S4
Gabriel Feiten - 50m livre S2
Jeferson Amaro - 400m livre S6
Joana Neves - 50m livre S5
Raquel Viel - 200m medley S12
Roberto Rodriguez - 400m livre S6
Ronaldo Santos - 400m livre S7

A seleçãoNome Clube Classe
Daniel De Farias Dias AETERJ S5-SB4-SM5
Andre Brasil Esteves ECP S10-SM10
Edênia Nogueira Garcia CE UNP S4
Verônica Mauadie De Almeida ABAD S7
Adriano Gomes De Lima COP S6-SB5-SM6
Joana Maria Jaciara CADEF-RN S5
Phelipe Andrews Melo Rodrigues AETERJ S10
Rildene Fonseca Firmino SADEF-RN S5-SB3-SM4
Carlos Alonso Farrenberg ADFISA S13
Ivanildo Alves De Vasconcelos CAPP-PE S6-SB4-SM5
Clodoaldo Francisco Silva ANDEF S5-SM5
Raquel Viel GAADIN S12-SB12-SM12
Claudia Celina Da Silva AAPPD-PE S4-SM4
Genezi Alves De Andrade CADEF-RN S3-SB2-SM3
Roberto Alcade Rodrigues APEDESC S6-SB5-SM6
Matheus Rheine Correa De Sousa ADVB S11-SB11-SM11
Talisson Henrique Glock CEPE S6
Gabriel Feiten LEME S2
Jeferson Da Silva Amaro ADEFIL S6
Mauro Luiz Brasil Da Silva VASCO S9
Ronaldo Souza Santos ABAD S7
Marcelo Collet E Silva Mauro ABAD S10
Letícia Lucas Ferreira PRAIA CLUBE S5-SB4-SM5
Ana Clara Carneiro Grillo Cruz AETERJ S6-SB4
Gustavo Maciel Abrantes CPB Comissão Técnica
Murilo Moreira Barreto CPB Comissão Técnica
Rui Menslin CPB Comissão Técnica
Marcos Rojo Prado CPB Comissão Técnica
Leonardo Tomasello Araujo CPB Comissão Técnica

Media Guide Comunicação
Assessoria de Imprensa do Comitê Paraolímpico Brasileiro
Diogo Mourão ( diogo@mediaguide.com.br / 21 8301-0149)
na Holanda 06313-62643
Manoela Penna (manoela@mediaguide.com.br) / 21 8301-0123)
Em Brasília
Thalita Kalix (Media Guide) - ( thalita.kalix@cpb.org.br / 61 3031 3035 / 61 8161 9271)
Janaína Lazzaretti (CPB) – (janaina.lazzaretti@cpb.org.br / 61 3031 3035 / 61 8161 9271)

Foto: Daniel Dias nas águas holandesas - Beto Monteiro/CPB
Fonte: http://educaofsicaadaptadaeeducaoespecial.blogspot.com

DEFICIENTE ALERTA foi criado para orientar,educar,protestar e ajudar todos com deficiência. www.deficientealerta.blogspot.com

Um comentário:

  1. Ouvi agora no radio: "Edênia Garcia, é medalha de Bronze”!

    ResponderExcluir